Realidade social, política, econômica, cultural e educacional em que a escola está inserida

O Colégio Estadual Padre Chagas constitui num centro de convergência de escolas vizinhas e que ministram Ensino Fundamental anos iniciais. Portanto, é imprescindível sua existência para dar continuidade ao ensino público de Ensino Fundamental, atendendo as Escolas Municipais Dom Bosco e Carolina G. Franco, entre outros. Também se constitui importante centro para o Ensino Fundamental, uma vez que é o único Colégio da redondeza que possui o Ensino Médio diurno, atendendo os seguintes Estabelecimentos de Ensino: Escola Municipal Domingos Sávio – Ensino Fundamental – 1º ao 4º Ciclo –(principais sujeitos), e os Colégios Estaduais: Rubens Fleury da Rocha, Cristo Rei, Leni Marlene Jacob e seus próprios alunos. Serve uma vasta clientela, bastante heterogênea em relação aos aspectos sócio-econômicos e familiar, sendo a maioria de baixa renda.
Sua clientela abrange várias comunidades do município como os bairros: Vila Carli, Bonsucesso, Cristo Rei, Conradinho, Primavera, Bairro dos Estados, Paz e Bem, Xarquinho, jardim da Américas.
Houve um crescimento significativo da procura de vagas em nosso colégio no Ensino Diurno, isso se deve ao bairro e sua periferia ter crescido nos últimos cinco anos.
Nosso espaço físico ficou comprometido com este aumento de matrículas, pois a construção toma conta de todo terreno o que dificulta a circulação nos períodos de intervalo de aulas e recreio, bem como compromete o ensino devido ao barulho. Mesmo tentando atender a matrícula da clientela das proximidades, ainda ficam muitos alunos sem poder estudar no Colégio o que deixa a comunidade local insatisfeita, por ter que enviar crianças menores e jovens para o centro da cidade, além dos gastos que terão com transporte. É urgente a necessidade de se construir mais um colégio nas proximidades, para então garantir vagas a nossa comunidade local. O fato da superlotação de alunos no colégio interfere de maneira direta na qualidade de ensino, já que no diurno as salas são compostas por 40 alunos ou mais, o que dificulta o uso de metodologia dinâmica e até a circulação do professor entre os alunos.
Por atender bairros com condições diferenciadas, nossa clientela é bem heterogênea nas questões sócio-econômicas e culturais. Esse fato foi diagnosticado através de uma pesquisa onde os docentes puderam conhecer melhor os alunos. Através dos dados tivemos
conhecimento de realidades distintas presentes no colégio, onde a defasagem na questão idade/série está presente em todas as turmas com maior concentração no período noturno do Ensino Fundamental e no Ensino Médio Noturno, fato este explicado pelas reprovações sucessivas, e no turno da noite pelo retorno à escola por aqueles que estavam fora dela.
O grau de escolaridade dos pais de nossos alunos varia entre os que nunca estudaram até aqueles que possuem graduação, a maior concentração está no Ensino Fundamental completo. A prestação de serviços é a atividade mais citada pelos pais destacando-se caminhoneiro, doméstica, em segundo plano está o trabalho nas indústrias, professores e empreendedores (pequenos comércios). A renda familiar varia de um a quatro salários mínimos, mas há os que no trabalho informal ganham menos de um salário.
A média de pessoas em casa é de quatro, sendo que em quase todas há pelo menos um desempregado. Há um significativo número de alunos que recebem algum tipo de auxílio (bolsa família), e programa leite das crianças.
Foi verificado que a grande maioria possui casa própria, porém algumas em condições precárias, sem ao menos ter banheiro dentro de casa. Foi registrado que trinta e oito famílias têm um portador de deficiência em suas casas, sendo as deficiências mais citadas a física e a visual.
Para conhecer mais a população pesquisada quanto a suas condições de vida foi pedido que marcassem opções de objetos que possuem em casa. Estes dados demonstraram um perfil sócio-econômico cultural. Com essa pesquisa realizada concluímos que a maioria destes quando está em casa assiste TV, sendo por muitos a única forma de lazer, substituindo a leitura e outras formas de divertimento. A internet tem tomado muito tempo destes estudantes que fazem uso da mídia principalmente para sites de relacionamento e sites como MSN e ORKUT.
Enfim, por abranger tantos bairros, o Colégio Estadual Padre Chagas tem uma comunidade escolar com características diversas, pois há os que têm acesso à Internet, leituras, hábitos de estudo, formas diversas de lazer enquanto outros, nem ao menos tem local adequado para realizar tarefas
Em relação a diversidade étnico cultural, de gênero ou religiosa o Colégio procura atender de acordo com a legislação correspondente que prevê o atendimento à todos com respeito e dignidade, sem exclusão. Para fundamentar a prática educativa, membros da comunidade escolar, professores e funcionários participam da equipe multidisciplinar desde 2011, com intuito de promover discussões e ações reflexivas a respeito da diversidade presente na sociedade e especialmente nas escolas. Pode-se constatar a importância destes momentos para a quebra de paradigmas que são fruto do desconhecimento histórico, científico e cultural.
Diante de toda diversidade presente na escola nos cabe o desafio de dar as mesmas condições de estudo, para que ambos possam ter as mesmas oportunidades de ingressar nas universidades e no mercado de trabalho.

Fonte: Projeto Político Pedagógico do Colégio Estadual Padre Chagas - Guarapuava/Pr

Nenhum comentário:

Postar um comentário